A vez das mulheres se mostrarem na dança com a prática do Lingundumbwe. Dança de iniciação feminina.

Foto - MMO Mozambique Foto: MMO Mozambique

Lingundumbwe é considera a versão feminina da dança Mapiko. Pode ser tanto mulher adulta quanto adolescente. Porém, como exige bastante desenvoltura na sua execução, dá-se preferência para meninas adolescentes por terem mais agilidade nos movimentos. As dançarinas vestem roupas típicas dessa dança: são totalmente cobertas de panos da cabeça aos pés. Os tecidos são colocados de maneira que ao dançar, os movimentos das dançarinas fazem esses panos se mexerem rapidamente conforme o ritmo. Enquanto seus passos seguem a direção para frente e para trás, seu tronco se inclina para frente e os braços esticados para os lados e para frente com uma leve curvatura. Em suas mãos, a bailarina segura em suas mãos um objeto que pode ser ou dois lenços com machado ou enxada; se não tiver um desses objetos, pode ser apenas uma vara. Infelizmente não consegui encontrar vídeos pra que pudesse mostrar mais na prática essa dança tradicional de Moçambique. Se alguém tiver fontes de onde posso ter vídeos assim, é só me falar.

10f03

Como todos rituais africanos, a prática do Lingundumbwe também tem suas particularidades. Ela é realizada no lipanda, local onde ocorrem as cerimônias de iniciação feminina. Pois é, a mulherada também tem esse ritual ao chegar à determinada idade. E a dança é, nesse período de iniciação, o principal divertimento das meninas iniciadas, durando do primeiro ao último dia do ritual. Numa próxima oportunidade, posso escrever um pouco sobre como ocorre a iniciação feminina.

A dança Lingundumbwe é, como foi falado no início, a versão feminina da dança Mapiko. Porém, ela se tornou tão livre que no caso das meninas não há problema algum em as pessoas conhecerem a mulher mascarada como há na dança Mapiko. Os homens também participam da dança, mas APENAS para comandarem os instrumentos porque eles têm mais prática em seus manuseios.

Fontes:

MMO Moçambique

Moçambique Tradicional

Cabo Delgado DPTur

Lusodansa

Anúncios
Published in: on 26/09/2014 at 16:51  Deixe um comentário  

Sem paciência pra hipocrisia

Tantos posts sobre crítica política. Tanta gente que parece entender pra caramba do assunto, mas “tipo” entende. Tanta gente que diz o que é certo e o que é errado em cada partido político. Tanta gente dizendo em quem é o mais adequado votar. Tanta gente que pelas redes sociais se mostra superconsciente sobre o voto consciente. Tanta gente se mostrando informado sobre os debates. Tanta gente opinando sobre os debates. Tanta gente que faz tudo isso e não faz nada ao mesmo tempo. O que adianta só reclamar no Facebook pra mostrar pra lista de amigos que está participando do dia a dia do país? Mudar as coisas não é ficar compartilhando as notícias e continuar de frente pro seu note acompanhando a reviravolta. Depois, quando falo que justifico porque não quero me arrepender depois, ainda ouço que deveria participar. Pergunto: participar do quê? Da massa hipócrita que só diz e nada faz? Prefiro ficar neutra a colocar meus princípios em jogo pra ficar mostrando pros outros que sou o máximo (a vontade era escrever outro termo)!

Published in: on 03/09/2014 at 16:31  Deixe um comentário