Vale a pena acreditar

Quando desejamos alguma coisa, geralmente duvidamos do nosso potencial. De 5 anos pra cá, tenho feito um balanço das coisas que aconteceram na minha vida. O que antes definia como acontecimentos ruins, hoje os defino como provas para meu progresso. E o que tenho como bom, penso que é tudo incentivo para continuar acreditando no poder que as palavras e pensamentos têm quando sentimos a possibilidade em nosso coração.

Ainda chego a duvidar se realmente o que quero pra minha vida pode dar certo. Muitas vezes, me pergunto se estou no caminho certo, e acredito que muita gente se pergunta. Para que essas dúvidas não me dominem e me façam sofrer, tenho deixado (ou tentado) aceitar o que a vida me proporciona. Tenho tentado compreender que tudo que acontece é para o meu melhor, é porque precisa ser assim. Fé, acho que é isso. Ter fé, acreditar que posso acolher as situações em minha vida como aprendizado, experiência. Por isso, agradeço a Deus todos os dias pela vida que tenho, pela família que me deu e pessoas que conheço.

Published in: on 18/01/2012 at 22:12  Deixe um comentário  

Meu carinho pelos africanos

Desde pequena sinto que tenho uma forte ligação com a África. Quando pensava nesse continente, vinha em minha cabeça apenas pobreza, fome e sofrimento. Hoje, com mais oportunidade de acesso às informações sobre os africanos, pude confirmar tudo que pensava em tempos atrás. E mesmo sabendo da situação de alguns países, ainda tinha em mente que algo de bom e bonito a África poderia ter.

No momento, estou em fase final da minha especialização em Linguística. O meu trabalho de conclusão de curso não poderia, claro, deixar de falar da linguagem. E sem pensar muito, decidi que falaria sobre a influência das línguas africanas na formação do idioma brasileiro. Já que a língua portuguesa falada no Brasil criou uma particularidade de dialetos que em nenhum outro país que fala esse idioma tem. A mistura de culturas e etnias nos proporcionou a rica língua que falamos hoje.

Sem desmerecer outros países que fazem parte da história do Brasil, achei justo focar um país da África que marcou fortemente sua presença quando o Brasil ainda era muito jovem: a Angola. E o dialeto que escolhi foi o quimbundo. Confesso que o artigo que fiz ficou lindo (risos). Consegui conversar, por e-mail, com duas pessoas angolanas: uma residente no Brasil; outra, em Angola mesmo. Felicidade inexplicável e infinitos agradecimentos pela participação dessas pessoas em meu TCC. Gostaria de ter falado de todos os países que fazem parte dessa história, mas precisei delimitar o tema.

A Angola foi o país que mais exportou escravos para o Brasil. Infelizmente, foi dessa maneira que os angolanos se instalaram por aqui. Mas por essa forma triste é que hoje nosso idioma é tão rico em dialetos africanos. A formação da língua portuguesa no Brasil deve agradecimento aos angolanos por hoje termos culturas tão belas e particulares, como a religião, a música, a culinária, etc.

Os negros africanos trazidos no navio negreiro tinham um jeito só deles de garra como fórmula de otimismo para enfrentar a nova realidade que os esperava aqui no Brasil. E é por isso que acredito que esse nosso otimismo e “jeitinho brasileiro” para os obstáculos podem ter sido herdados dos africanos.

Published in: on 01/01/2012 at 22:28  Deixe um comentário  

Primeiro post do ano: FELIZ 2012

Talvez minhas palavras sejam clichês de todo início de ano. Porém, é impossível vivermos sem essas palavrinhas mágicas: paz, amor e saúde! Elas são essenciais para que nossa vida seja bela e iluminada. Aliás, o mais importante não é sabermos da existência delas, e sim sentirmos no peito aquele calorzinho da tranquilidade ao pronunciarmos PAZ, AMOR e SAÚDE! Isso sim é importante: sentirmos esse bem-estar.

Que cada um de nós possa dar o melhor de si em tudo que realizar. Que tenhamos confiança em nosso potencial e acreditar que há uma força enorme cuidando da gente, nos protegendo: DEUS! Ele sabe exatamente o que é melhor para nossa vida.

Desejo, enfim, que cada um seja feliz a seu modo!

FELIZ 2012

Published in: on 01/01/2012 at 22:19  Deixe um comentário  

O blog Simplesmente, Gláu em 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 3.200 vezes em 2011. Se fosse um bonde, eram precisas 53 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

Published in: on 01/01/2012 at 14:28  Deixe um comentário