Viver como as rosas (somos natureza)

Estava observando o mar há algum tempo. O local que eu estava era alto o suficiente para ver como é infinito. Comecei a pensar como Deus é maravilhoso e perfeito. Ele criou a natureza linda do jeito que é e com toda a harmonia de como as coisas se encaixam para termos um cenário natural que vemos por aí.

A minha imaginação vagou por horas depois que saí daquele lugar tão alto. Durante esse momento reflexivo me desliguei do que estava acontecendo ao meu redor e cheguei numa conclusão que nós, seres humanos, também somos parte da natureza.

Deus criou todas as coisas naturais. Tudo o que faz parte de sua obra tem característica particulares que difere uma espécie da outra. Nós, consequentemente, somos uma espécie que faz parte da natureza. Cada uma dessas espécies tem o seu espaço no mundo e, independente se alguém gosta ou não, elas estão ali vivendo conforme Deus quer. Penso que os seres humanos poderiam viver como as outras espécies de seres vivos: aceitar o que é e como é; com o que recebeu de Deus e sem se preocupar se vai agradar alguém ou não. Somos perfeitos assim. Deus não criou defeitos e qualidades, acredito muito que ele criou características. Quem criou defeitos e qualidades foi o próprio ser humano com esse tal do que é padrão, do que é certo e errado.

Outro dia ouvi uma parábola interessante:

“A rosa tem suas características de formato e fragrância. Algumas têm espinhos e outras não. Cada pessoa tem seu gosto pra rosas/flores. Nem todo mundo compartilha do mesmo gosto e preferência. Porém, a rosa não deixa de nascer e crescer por não agradar todas as pessoas. Ela utiliza seu espaço, continua exalando seu cheiro independente do que vão dizer.”

Assim poderíamos viver. Cultivar nossa essência e cuidar do nosso espaço sem nos preocuparmos com as opiniões alheias e se vamos satisfazer quem vive à nossa volta.

Published in: on 08/12/2011 at 20:56  Deixe um comentário