Para sempre um Fenômeno

Tenho em mente que quando escolhemos uma profissão, é porque nos identificamos com ela. A partir do momento que começamos executá-la, devemos fazer com todo amor e dedicação.

Hoje, um dos atletas que mais admiro anunciou sua aposentadoria, não vai mais praticar sua paixão profissionalmente, o futebol. Ronaldo, o Fenômeno, deixou o futebol! E confesso que já sinto saudade dele em campo. Claro que por muitas vezes esbravejei por não fazer um possível gol, reação de qualquer torcedor apaixonado pelo seu time, mas não foi de coração, foi o momento.

Era nítida sua tristeza ao anunciar, chorei junto. Ficarei com a lembrança de sua atuação SENSACIONAL no futebol, principalmente aqui no Brasil, e sinto-me lisonjeada por ter encerrado sua carreira no time do meu coração. Nós, corintianos, brasileiros, o mundo, vamos sentir falta dele, mas ao mesmo tempo é compreensível sua saída.

Que ele seja muuuuito feliz, que todos os seus projetos pós-aposentadoria sejam realizados com sucesso como o que ele teve durante os 18 anos de espetáculo. Sim, o Ronaldo em campo, é um espetáculo.

Valeu, Fenômeno!

Anúncios
Published in: on 14/02/2011 at 23:59  Deixe um comentário  

O meu momento está assim.

Sempre penso na vida antes de dormir. Penso no que posso melhorar na profissão, no trabalho, com os amigos, com a família. Estou num momento da minha vida que tudo está perfeito do jeito que está, e se a vida está me dando tudo o que acontece, tudo o que tenho, é porque assim que tem de ser. E como a vida tem me dado coisas boas!

Amo minha profissão e o ramo que trabalho. Claro que nem tudo é perfeito, mas a parte positiva compensa. As pessoas que tenho conhecido, ao longo do tempo, começam a fazer parte da minha vida de uma maneira jamais vivida antes. Posso me considerar uma pessoa feliz na profissão que escolheu.

A minha família cada vez mais me apoiando em minhas decisões. Isso é superimportante pra mim, buscar melhorias e saber que tem quatro pessoinhas extraordinárias na torcida.

Ainda tenho aqueles amigos que considero como irmãos. Aqueles que se tiver que me dar bronca, eles dão e sem se preocuparem com a minha reação. Afinal, sei que estão fazendo isso porque gostam de mim, amizade não é só desfrutar dos momentos bons da vida.

Tudo está muito bem. Tudo está ótimo. Mas como qualquer outro ser humano, mesmo assim quero mais. Quero mais pra mim, sinto a necessidade de mudar um pouco os ares, isso não quer dizer que cansei dessa vida, jamais. O que sinto é vontade de conhecer novos lugares, parar um pouco toda essa correria que vivo e experimentar novas vivências. Enfim, crescimento pessoal, cultural. Pronto: é isso que quero. Sem deixar de lado as maravilhas que vivi até hoje, mas quero ficar no stand by desse dia a dia que faz parte da minha vida e, quando voltar, estar muito mais fortalecida do que já sou hoje.

Published in: on 02/02/2011 at 17:45  Deixe um comentário