Assumindo responsabilidades

Somos responsáveis por tudo que acontece em nossa vida. Jamais devemos culpar alguém por algo que não deu certo ou que aconteceu “mais ou menos” como queríamos. As nossas escolhas devem ser muito bem pensadas para termos suporte para arcarmos com a colheita do que plantamos, principalmente quando é um resultado insatisfatório.

Difícil é escolher o tal caminho, talvez por não querermos magoar a nós mesmos ou quem está envolvido: trabalho, amigos, família. Muitas coisas nos afligem até resolvermos o que vamos seguir: o medo, a insegurança, as críticas, as aceitações alheias, as críticas alheias, enfim, tudo isso nos impede de seguir algo que muitas vezes lá no fundo do nosso coração já sentimos o que queremos, e o tempo vai passando e nossas angústias aumentando. É triste porque dificilmente seguimos nossa voz interior, nos preocupamos muito mais em saber a opinião dos que nos rodeiam e deixamos de agir por nós mesmos. Se pararmos um pouco pra conversar com nosso interior, a resposta vem fácil de qual caminho seguir.

Ando percebendo que a melhor forma de tomarmos qualquer tipo de decisão é avaliarmos o que ela nos causa emocionalmente. Acredito cegamente que Deus está conversando com a gente em todos os nossos momentos. Ele se manifesta em nossas sensações: se o que estamos fazendo nos faz bem é só continuar, mas se nos causa algum tipo de desconforto, é melhor pensar se vale a pena manter determinadas situações, penso que é assim que Ele conversa com todos nós, pena que poucos percebem.

Acredito que quando pensamos muito com a tal da razão, caímos e pra levantarmos novamente é um trajeto complicado. A atitude pela razão, a meu ver, é aquela que agimos mais pensando no que as pessoas vão achar, nas opiniões que recebemos, pensamos muito na reação da sociedade, queremos seguir os padrões que ela nos impõe mesmo que sejam contrários aos nossos ideais, mas a verdade é que não há fórmula pra se viver. Pode acontecer a mesma situação com dez pessoas, mas não será a mesma resolução que vai ajudar essas dez pessoas, afinal são personalidades e realidades diferentes. Os malditos padrões que a sociedade criou só servem pra atrapalhar, são leis do homem, e o homem é falho, não é perfeito. Então, por que seguir padrões criados por imperfeitos? Vamos seguir nosso coração, nossa voz interior. Somente ela sabe o que se passa lá dentro, e só quem sabe o que se passa poderá dar a resposta que nos fará bem.

Quando agimos com a emoção, estamos fazendo da maneira que nos sentimos bem, estamos agindo por nós, pelo que pensamos e achamos melhor, só a gente mesmo pra saber o que é bom ou não para o que estamos vivenciando, jamais podemos deixar que as opiniões das pessoas influenciem em nossa vida. Não estou falando que é proibido desabafar com nossos amigos, isso é ótimo, pois dá sensação de leveza conversar com alguém que confiamos, mas não podemos entregar o problema à pessoa, ela nunca poderá se responsabilizar por eles e nem deve fazer isso. Muitas vezes nossas emoções são incontroláveis, aí precisamos ter certo limite, pois devemos estar cientes de que independente da colheita do que plantamos, a responsabilidade é apenas nossa. Infelizmente, só queremos assumir a responsabilidade quando o resultado é bom. Nosso problema é fazer enquetes e tentar achar a melhor resposta. Por que não fazemos essas enquetes apenas com nosso EU? Teríamos respostas que saem de dentro da gente, respostas mais precisas para o que estamos passando e não de quem está fora da situação, pois é fácil resolver alguma coisa que não estamos vivendo, temos centenas de saídas para os problemas alheios, mas os nossos que é bom, não fazemos nada pra melhorar.

Anúncios
Published in: on 19/02/2010 at 19:56  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://glauciaquenia.wordpress.com/2010/02/19/assumindo-responsabilidades/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: